Seguidores

segunda-feira, 26 de março de 2012

Mais uma pesca!

Boas!

Mais um fim de semana, e mais uma pesca realizada!

Para ler este artigo, e para ter a noção do relax da pesca, ouçam o som do vídeo enquanto lêem, com um volume assim baixinho...

video



O sábado começou mal...com um acidente, no sentido literal da palavra! Quando ia para o rio tive um despiste, mas felizmente só sofreu a chapa do carro!

Depois deste episódio, ainda fui ao rio, para descontrair!
Foi uma passagem muito rápida, sem resultados práticos, a não ser mais umas belas fotos!




Depois do almoço, e mais recomposto do susto, abordei o troço superior do meu quintal! Como estava sozinho não me apeteceu muito ir para longe, porque os planos era para ter sido uma visita a outro local, fica para a próxima!

Equipado com a meu material, lá fiz a descida esperançado nalgumas capturas! O tempo tinha estado de "trovoada" na sexta, com uma temperatura a rondar uns 24 ºC, e no sábado estava também abafado, mas sem sol! Tempo encoberto e de vez em quando caiam umas gotas de água que nem as pedras davam para molhar!
Coloquei uma colher mepps prateada com pintas pretas e lá fui eu!


Como podem ver nas fotos, água muito clarinha como habitual e uma temperatura bastante agradável e a presença de bastantes insectos junto á água me poderiam ajudar-me a ter alguma truta nas mãos!

Feita a primeira corrente, o resultado era nulo, a não ser de as ver a fugir para todo o lado menos no sentido da amostra!
Havia que ter paciência....tantas vezes já foi o dia delas, que um dia será o meu!


Fui andando devagar, aproveitando ao máximo todas as correntes, fazendo os lançamentos o mais longe possível de água e o mais silenciosos possíveis.

Cheguei a um primeiro poço, bastante comprido, cerca de 30 metros e na parte final com uns 4 metros de profundidade alimentado por uma corrente!
Tentei de tudo! Tentei "dividir" o poço em "áreas" para usar colheres e depois peixes artificiais!
Nem com um nem com outro! Nada...estava difícil!




Mais uns metros e cheguei ao poço que tanto gosto! Tinha fé que teria sorte naquele local!

Lançamentos atrás de lançamentos feitos de todas as maneiras e feitios, cruzados, perpendiculares, paralelos á margem e nada! Nem colheres, nem peixes artificiais! Estavam reunidas as condições climatéricas para tirar umas fotos as trutas, mas elas não queriam! E o querer destas meninas tem muita força... :)

Lanço um pouco mais para fora do poço, onde a corrente é um pouco mais forte...e um toque! Era tão pequena que nem me dei ao trabalho de fazer o típico movimento de cravar para não a ferir em demasia!


Já não era mau....pelo menos já tinha uma fotografia!

Só faltava mesmo a parte final do troço, uma bela corrente com um pequeno poço!


Faço o lançamento para meio da corrente...e truta cravada! Esta já maiorzinha, que deu uma luta exemplar, a mostrar a bravura deste belo peixe! Deu 2 saltos fora de água espetaculares...maravilhoso!


Umas cores lindíssimas , a mostrar as verdadeiras cores de uma autóctone!

No lançamento seguinte cravei uma outra, que deu 3 saltos e cuspiu literalmente a colher a uns 2 metros de mim e eu a ver...

Estava feita a pesca! No regresso, e a fazer os lançamentos a que chamo "descargos de consciência" ainda tive mais um toque, mas o dia estava terminado!

Foi uma bela forma de relaxar!

Cheguei a casa e tive este belo lanche...uma bôla de milho com chouriça caseira, feita em forno a lenha e depois pousada em carqueja!


Bom aspecto, não? Mais saborosa estava ainda...

Gostaram de ler e a ouvir o som espetacular da água a correr? Um dia destes é verdadeiro spa sem termos de pagar....pelo menos para já!

Abraço

terça-feira, 20 de março de 2012

Uma manhã no Quintal!

Boas!

No passado Domingo, foi dia de realizar a visita da praxe ao meu quintal!
Depois de uma noite que choveu alguma coisa, para os dias que correm quase que era de forma torrencial :), acordei com ânimo e vontade de pescar! Com a situação tão complicada como a que atravessamos qualquer gota de água causa alterações no caudal, mas não sendo suficiente para escurecer a água, infelizmente!

Pequeno almoço tomado, saio de casa e um vento noroeste, que empurrava as nuvens e trazia sol, com uma temperatura baixa! Lá se ia a chuva embora outra vez...
No caminho para o rio, a estrada estava bastante molhada, o que me alegrava, pela possível alteração de caudal no rio! E sim alterou-se...não muito, mas deu para alegrar um pouco mais as correntes e dar um pouco de fôlego ao rio para mais uns dias de calor primaveril! Mas nem tudo eram rosas.a água tinha arrefecido e de que maneira e o céu alternava de nublado a céu limpo com alguma rapidez, o que dificultou a escolha de amostras!
Esta foto foi tirada o ano passado pela mesma altura do mês de Março. Este ano o espumeiro é metade
O plano estava traçado, início num poço a jusante e termino num poço a montante! Tínhamos 4 horas para pescar!

Chego ao local estipulado para dar início às hostilidades, quando faço um pouco de ruído e vejo a primeira truta, diga-se de bom tamanho a fugir rio abaixo! Para começo estava mau....lançamentos e mais lançamentos e nada se mexe! Explorei bem aquele local com colher Mepps e com a MaxRap e nada...

Fui subindo o rio calmamente, o mais afastado possível, e chego a um açude de que gosto muito e fotografado vezes sem conta por mim, lanço um pouco distanciado da queda de água, sinto um toque e tinha uma trutinha cravada...uma truta pequena mas muito bonita!

                               

video

Mais uns metros, e acontece a cena caricata do dia! Uma das razões para eu gostar muito de pescar às trutas, é a audácia destes maravilhosos peixes. Estive durante 10 minutos com esta truta que veem na foto, com a colher a cair-lhe em cima, ao lado, mais atrás, mais á frente, e a bicha não se mexeu do mesmo sítio! Impressionante! Nem se assustou...nada!



Deixando a truta para trás, fui até ao troço mais a montante. Logo a descer o rio vejo uma truta...que desatou a correr! Era o aviso que era necessário andar com mais atenção!

Lá chegados, fiz logo um local onde o rio estreita um pouco, aumentando a corrente e que precede um pequeno fundão! Este local é do meu agrado e de que maneira!
Escondi-me atrás de uns restos de feto, e lanço para a parte final da corrente, estico o fio, mal a colher começa a trabalhar crava uma truta! Pouca luta deu, apenas quando se viu a ficar sem muita margem de manobra deu um salto, mas muito rápido veio ter às minhas mãos!


Lançamento seguinte, para um pequeno remanse, e aí estava novo ataque...e truta cravada! Esta bem mais bruta...sempre muito combativa! 3 Saltos fora de água...tento controlar e mais um salto mesmo ao pé de mim e descrava...era um peixe muito parecido ao da primeira foto!
Com estas duas capturas seguidas, tinha que aproveitar ao máximo este momento de atividade! Já só pensava no poço onde fiz a truta da abertura!


 
Os lançamentos eram executados com precisão e leveza e bem longe do rio, para a amostra trabalhar certinha, passando por todos os recantos, e no primeiro lançamento numa corrente com pouca profundidade, cravo outra truta!
Com pouco espaço para fugir, tirei-a com muita facilidade!


3 Trutas num curto espaço de tempo...e a pressa de chegar ao poço era cada vez maior!
Assim foi...fui cavalgando rio até chegar ao dito cujo!
Primeiros lançamento com colher nada...insisti um pouco! Nada se sentiu atraído pela rotação da colher....era tempo de dar descanso, e trocar para a MaxRap! Mais lançamentos, para os locais mais profundos e com mais esconderijos e nada! Troquei para o Tormentor da Abu Garcia e nada...Salmo Hornet e também nada!

Rapidamente o entusiasmo pelo poço resfriou...era hora de voltar a casa para o almoço!
Foi uma manhã com alguma actividade truteira...no próximo fim de semana há mais!

Abraço


domingo, 18 de março de 2012

Cortez- Rio Alfusqueiro

Boas!
Este sábado, depois de ter tirado a manha para aproveitar para descansar um pouco, durante a tarde fui até ao rio para o descanso ser completo!

Depois de ter chovido durante a manha embora pouco, tinha a esperança de poder pescar debaixo de chuva, ou pelo menos com algum aguaceiro! O que não aconteceu...apenas o céu permaneceu nublado!

A pescaria foi feita no Cortez, um local que é sempre visitado por mim, muito agradável para um piquenique, um bom troço de rio, com correntes poços e ainda a pequena albufeira da mini-hidrica!


Iniciei por bater a massa de água da albufeira, com a MaxRap . Água escura, com muitas estruturas no fundo, local ideal para estar um bom troféu escondido!
Ao 2º lançamento um toque, de algo que veio do fundo e deu uma cabeçada na amostras, mas nada mais que isso!
Fiz uns 30 minutos naquele local mas sem mais nenhum toque, tendo usado ainda o Salmo.

Troquei para colher e comecei a subir o rio...água fria, caudal que por norma corresponde ao mês de Junho, não havia muitos mosquitos, e água límpida! Um cenário não muito favorável para o que quer que fosse. Seria necessário lançar para bastante longe para se conseguir trabalhar a amostra em toda a largura do rio e com isto aproveitar as árvores da outra margem e a maior profundidade!

Primeiros lançamentos, olho para a água, e vejo uma família de barbos de bom porte a descerem o rio calmamente, sem se incomodar muito pelos intrusos!

Todas as correntes eram aproveitadas ao máximo, com muita delicadeza para não espantar o que por lá andasse.

Depois de um pequeno açude, o meu sogro lança bem para longe e bem perto da outra margem, ele diz "Já está!" e olho para o rio e vejo uma bela truta a tentar sacudir a amostra da boca! Ele com calma lá a trabalhou e trouxe-até terra! Na água pareçeu-me que era um peixe de um porte bastante agradável o que se vinha a confirmar! 34 cm de beleza!



Animados pela captura, seguimos rio acima....eu com a mesma táctica, e numa zona com boa profundidade junto á outra margem, ainda tenho 2 toques, que vi as trutas a irem amostra, mas não era o meu dia! Não as estava a conseguir cravar!


Cheguei a um poço muito profundo, alimentado por uma corrente lenta, água escura, e confesso que tinha depositado grandes esperanças naquele local, mais lançamentos para todos os locais e nada se mexeu por aquelas bandas!

A montante existe um outro poço ainda mais profundo, que seria o próximo destino!

Chegando a esse local, lançamento atrás de lançamento, e lá consegui ter uma truta cravada por breves instantes...ainda a tive presa, mas conseguiu tirar a amostra da boca! Estava visto que hoje não era o meu dia...



Era hora de voltar para casa, que já se estava a fazer tarde, e a visita ao Cortez estava realizada!

Abraço

segunda-feira, 12 de março de 2012

Visitas no quintal e visita ao Rio Varoso

Boas!

Depois da abertura, fui ao rio todos os dias,  sem resultados dignos desse nome.

Apenas uma truta se resolveu deixar fotografar, aquando a chuva nos resolveu visitar!



Mas no passado sábado , tive o prazer de mais uma vez acolher pelos meus quintais o caríssimo João Dias, do Trutaseserras.blogspot.com, que mias uma vez fez questão em nos vir visitar!

O dia começou um pouco atribulado... fomos ate ao troço que estava delineado pescar, montar o equipamento, conversa puxa conversa, e quando íamos a descer para o rio, tivemos que retroceder. A mini hídrica tinha começado a debitar, e tinha estragado os planos de realizar ali uns lançamentos.
Como tinha a companhia do meu instrutor de pluma, como seria mais que óbvio, iria por em prática os meus poucos conhecimentos desta magnifica arte de pesca!

Com tudo isto, fomos para o meu quintal!
Como já era de esperar, a água estava cristalina, com as trutas muito desconfiadas e bem escondidas!

Começamos a bater todas as correntes com tricopteros, alternando entre tamanhos e e feitios...deixei o João pescar á sua vontade! E que gosto dá ver quem sabe...ele teve um ataque de uma truta com uns 25 cm e mais nada!

Fomos até outro ponto com mais correntes, e que bom estava para a pluma! Pouco caudal, mosquitos na postura, e sol, mas água um pouco fria, o que dificulta e muito a actividade das trutas!

Eu bem tentava ter a alegria de ver uma trutita a atacar a mosca, e até parecia aplicado nessa demanda! :)

Num local que já me deu algumas alegrias, escondi-me atrás de uma pedra, e consegui lançar e por a mosca no local correcto e tive a alegria do dia! Uma truta atacou a mosca...e num momento demasiado brusco, tentei cravar aplicando uma força estúpida, e acabei por a descravar....devia ser uma truta de medida, mas já fiquei muito contente! A pluma é uma pesca maravilhosa, que infelizmente não tenho companhia para a exercitar mais!

Já era hora do almoço...e o apetite já apertava!
Mais uma vez fomos muito bem servidos no Restaurante " O Sacristão" com os seus nacos na pedra e o bacalhau assado!
Durante o almoço foi inevitável falar da pesca, das leis, das concessões, de tudo o que nos apoquenta e não vemos solução a vista...e era hora de decidir onde ir fazer mais uma perninha!

E a decisão caiu no rio Varoso... com um pouco de receio de ter pouco caudal, lá fizemos a viagem.

Desta vez e por condições de baixo caudal, levei a cana de spinning para apenas fazer locais menos interessantes para a pluma, e o João aproveitar as boas sucessões de correntes!




Mas a sorte do jogo continuava do lado das trutas! Não queriam ser fotografadas!

Ia andando longe do rio, com o meu olhar posto nos lançamentos milimétricos que eram realizados com mestria...

Cheguei a um pequeno poço alimentado por uma pequena corrente, e lançei a colher mepps nº0, para a cabeça da corrente...e finalmente uma trutita se deu ao trabalho de atirar a colher! Esta é daquelas que não engana e é uma fário autóctone!



Estas trutas deste rio tem umas cores fantásticas!Embora nao me pareça que exista uma grande população neste rio, que tem umas margens espetaculares!

E mais nada se mexeu, nesta excelente jornada de pesca!

Foi um dia muito bom, em boa companhia, infelizmente com poucas trutas,ou não!,  mas nem sempre de capturas se faz uma bela jornada, basta que para isso haja convivio e amizade!

Até um dia destes João! E obrigado por me "obrigares" a tirar o pó da cana!

Abraço

quarta-feira, 7 de março de 2012

2º Encontro Nacional de Pescadores de Trutas

Boas!

Em parceria com os blogs Trutas e Serras e o site Trutas.com.pt, resolvemos avançar com o segundo encontro nacional de pescadores de trutas. 

 Assim, preparem as vossas agendas para o dia 29 de Abril de 2012.

O segundo encontro nacional de pescadores de trutas será mais uma vez um evento destinado à partilha de experiências, a alguma pesca e sobretudo à confraternização entre praticantes de diferentes modalidades de pesca à truta. São bem-vindos todos os pescadores com capacidade para conviverem em regime de espírito aberto e boa disposição .

Este ano, o nosso convívio decorrerá na bela povoação de Merufe nas proximidades do mítico Rio Mouro, afluente do Minho e uma das maiores referências nacionais na pesca da truta, truta marisca e salmão.



O encontro terá o seguinte programa:
– 9h00 – Encontro de pescadores no Parque do Senhor dos Passos (Capela) que pertence à Junta de Freguesia de Merufe.
– 9h30 – Petisco e distribuição dos locais de pesca no Rio Mouro.
– 13h00 – Final da jornada da pesca matinal no Rio Mouro e regresso ao parque de merendas.
– 13h30 – Almoço e confraternização

 Para chegarem a este local, basta seguirem a Estrada EM503-1, deixando Merufe a caminho de Fornelos (coordenadas GPS: 42.011534; -8.382955).

Mais uma vez, e à semelhança do ano anterior o número de inscrições está limitado a 15. Para participar neste convívio, os interessados devem-se inscrever no site Trutas.com.pt, aqui:
http://www.trutas.com.pt/noticias/2012/03/2o-convivio-nacional-de-pescadores-de-trutas/
respondendo ao post com um comentário que confirme a sua presença. As inscrições fecham no dia 31 de Março de 2012, para depois termos tempo para organizar toda logística. A selecção dos participantes será realizada pela ordem de entrada das confirmações.

Os participantes, devem-se fazer acompanhar por um “petisco” que contribua para o repasto que nós todos iremos desfrutar.

Lá estaremos à vossa espera em Merufe para mais um dia de pesca em grande !

Abraço

quinta-feira, 1 de março de 2012

Pescaria da Abertura 2012

Boas!

E pronto...está cumprida a tradição e o dia da abertura já é passado!

Depois de baixas expectativas, devido a falta de chuva, o rio apresentava um caudal que até me surpreendeu pela positiva, para o que se esperava! Correspondia, por comparação, ao passado mês de Junho/Julho!

Água muito mas mesmo muito límpida...o que a juntar a pouco caudal e a tempo limpo, apanhar uma truta nestas condições quase que seria um milagre!


Foi com estas condições que os primeiros lançamentos saíram, sempre na tentativa de por a colher o mais longe possível para as tentar enganar!

Mas nada se mexia em direcção ás amostras, mas sim na direcção oposta para fugir rapidamente! O simples andar pelas margens, que estavam cheias de folhas e ramos secos afugentava as trutas!

Fomos subindo o rio, sem grande esperança...o que nos alegrava é que era dia de abertura e estávamos novamente a pescar trutas!

Foi uma manha inteira literalmente a coar água!



Depois de uma pequena fugida a casa para almoço, e descansar um pouco, era hora de voltar ao rio para a 2ª parte!



Estávamos a pescar numa zona que eu gosto muito, cheio de correntes rápidas e uns poços engraçados, mas o mal da manha era o mesmo da tarde!

Nada respondia aos chamamentos das colheres da mepps!

Chegamos a um poço bastante profundo e com água mais escura...fiz uns lançamentos para montante mas só vi uma a fugir.

O meu sogro lança e passado uns segundos olho para a agua e vejo um peixe engatado! Era a primeira da época... e por sinal uma boa truta! E não me tinha enganado...



Já estava ganho o dia...afinal havia trutas dispostas a colaborar!

Logo a seguir ele lança....e mais barulho na água....2 seguidas no mesmo local e em 2 lançamentos seguidos!


A primeira mediu 29 cm e a segunda 34 cm. Ambas estavam feridas.

Eu la continuava a coar água...até que ponho em cima de uma pedra bem escondido e lanço para a parte final do poço onde já tinha um pouco de corrente! E 2 maniveladas e já tinha uma truta cravada!



Aí estava a minha primeira truta da época! Não sei quanto media, porque não tinha fita comigo, mas seguramente mais de 30 cm....

video

Com estas capturas já era hora de voltar para casa...já se fazia tarde!

Foi um bom dia de pesca, contra todas as expectativas, com 3 muito boas trutas para o rio em questão!

Abraço